A farmacêutica produz 12 bilhões de doses terapêuticas por ano, garantindo acesso à qualidade de vida à população

Da cozinha da casa de seus fundadores, Dra. Carmen e Dr. Luiz Donaduzzi, a uma das 1000 maiores e mais inovadoras empresas do Brasil. Essa é a trajetória de sucesso da Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica que fica em Toledo, no Oeste do Paraná (PR), que há 27 anos cuida da saúde dos brasileiros, produzindo medicamentos genéricos, de marca, produtos à base de canabidiol, e outros.

Presente em todo o território nacional, os medicamentos e produtos da Prati-Donaduzzi estão disponíveis em mais de 55 mil farmácias e 36 mil unidades básicas de saúde, garantido acesso à saúde a milhões de brasileiros.

Com um portfólio de mais de 400 apresentações, que contempla produtos de marca, fitoterápicos, nutracêuticos, além dos medicamentos genéricos, no qual é líder de mercado – a indústria destaca-se no segmento farmacêutico. A empresa é reconhecida pelos investimos em inovação e pesquisa, sendo a primeira a tornar o tratamento com canabidiol de produção nacional uma realidade.

No ano passado lançou o primeiro produto brasileiro à base de canabidiol, o Canabidiol Prati-Donaduzzi (na concentração de 200 mg/ml) e este ano colocou no mercado mais duas novas apresentações do produto, com 20 mg/ml e 50 mg/ml, que possibilita maior acessibilidade à população que necessita para tratamento com menores concentrações. Esse passo faz parte de seu compromisso com a saúde dos brasileiros.

Além do Canabidiol, a Prati-Donaduzzi amplia seu portfólio com medicamentos de Prescrição Médica, voltados para a área de Sistema Nervoso Central (SNC). Os novos produtos fazem parte da aposta da farmacêutica no avanço de investimentos na área de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação.

Crescimento

Segundo o diretor-presidente, Eder Fernando Maffissoni, mesmo em tempos difíceis como agora, em pandemia, a empresa não parou. “Digo que não temos esse direito, pelo contrário estamos produzindo ainda mais medicamentos neste momento em que tanto precisamos. Nós temos um compromisso firmado com a saúde da população, que se fortalece quando permitirmos tratamento a quem tanto precisa com os nossos medicamentos, conhecidos pela caixinha roxa”, afirma.

Mais do que não parar, a indústria cresce. Uma nova unidade fabril está sendo construída. A planta possui um conceito horizontal de utilização, o que possibilita melhor otimização dos espaços produtivos e abrigará equipamentos europeus de alta tecnologia, inovação e performance.

Com o pleno funcionamento, a capacidade produtiva da empresa deve atingir 17 bilhões de doses ao ano, um crescimento de 41% do atual. A expansão física da indústria sustentará também o aumento do portfólio de produtos da farmacêutica. “Para o futuro? Vamos produzir ainda mais, cuidando sempre e cada vez melhor da saúde dos brasileiros”, finaliza Maffissoni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *